Incentivos para os hóspedes reagendarem estadias nas mesmas propriedades que haviam cancelado por causa da COVID-19

Atualizado 6 meses atrás | 3 min. de leitura
Salvar

Destaque: para os hóspedes em regiões em que as restrições de viagem foram afrouxadas, a Booking.com está oferecendo um incentivo para que eles reagendem uma reserva não reembolsável ou parcialmente não reembolsável que havia sido cancelada devido às Condições de Força Maior. A Booking.com também abrirá mão de qualquer comissão por essas reservas.

Desde o início de 2020, observamos um aumento sem precedentes nas taxas de cancelamento por conta do Coronavírus. No entanto, como agora há indícios de que as pessoas estão voltando a viajar, chegou a hora de nos restabelecermos. E nos restabelecermos juntos significa direcionar a demanda de viagem que está surgindo para a sua propriedade. Dessa forma, podemos te ajudar a voltar a atrair qualquer demanda que possa ter perdido. Para fazer isso, nós lançamos o Programa de Reagendamento.

Como esse programa funciona?

Sabemos que planos de viagem podem mudar, mas queremos incentivar os hóspedes a reagendarem suas reservas em vez de cancelá-las. É por isso que – para os cancelamentos que aconteceram por conta do Coronavírus e sempre que possível – a Booking.com vai oferecer incentivos para que os hóspedes reservem novamente a mesma propriedade.

Os hóspedes que cancelaram reservas não reembolsáveis ou parcialmente não reembolsáveis durante as condições de Força Maior vão receber um convite por e-mail para reagendarem sua estadia na mesma propriedade quando as restrições de viagem diminuírem – e receberão de volta um incentivo de 15% sobre o preço do reagendamento.

Esse cashback de 15% – de no máximo 100 euros por reserva – é válido independentemente de outros descontos que os hóspedes possam receber, como os do Genius ou outras promoções criadas pelos parceiros. O incentivo será depositado na Wallet da Booking.com do hóspede depois que a estadia for concluída.

A Booking.com abrirá mão da comissão de todas as reservas feitas dentro dessa promoção.

Como os hóspedes vão receber o desconto?

Os hóspedes que se qualificarem e estiverem nas regiões em que as restrições de viagem foram afrouxadas vão receber um código por e-mail, que só poderá ser utilizado uma vez. Com ele, os hóspedes poderão aproveitar esse incentivo. O hóspede não pode já ter reagendado a reserva na mesma propriedade antes de receber o código e precisa estar inscrito nos e-mails de marketing da Booking.com para recebê-lo.

Critérios de elegibilidade

Para garantir que os hóspedes encontrem datas disponíveis para reagendar a estadia deles, os parceiros devem disponibilizar quartos ou unidades* para reserva por pelo menos 30 dias entre 22 de julho de 2020 e 31 de dezembro de 2020.

* aplicável, por exemplo, aos parceiros que têm apenas um quarto/apartamento - também conhecido como uma ‘unidade’.

A reserva inicial deve ter sido: - não reembolsável ou parcialmente reembolsável - cancelada de acordo com as Condições de Força Maior - ter sido feita antes de 6 de abril de 2020

O incentivo é válido para novas reservas elegíveis feitas até 31 de dezembro de 2020. A data de check-out deve ser antes de ou em 30 de abril de 2021.

Como a isenção de comissão será aplicada?

O valor que você economizou por conta das reservas livres de comissão será liberado após a emissão da fatura de cada mês (se aplicável) e estará visível quando as notas de crédito forem emitidas. Todos esses documentos podem ser encontrados na extranet, ao selecionar ‘Faturas’, na aba ‘Financeiro’.

Essas notas de crédito são geradas automaticamente – os parceiros não precisam fazer nada para recebê-las. Por exemplo, para qualquer reserva recebida hoje (independentemente do dia do mês), as faturas são geradas entre o dia 3 e o dia 10 do mês seguinte.

Esse artigo foi útil?