Notícias da Booking.com

Booking.com antecipa as principais tendências para o futuro das viagens

 | Salvar
Confira as principais tendências que podem definir o futuro das viagens: de inovações tecnológicas de ponta a uma preocupação maior dos viajantes com o meio ambiente

Com base em uma pesquisa realizada com mais de 20.000 viajantes em 28 países e, em conjunto com insights de buscas e recomendações de clientes, a Booking.com antecipa nove temas que vão fomentar o futuro das viagens - não apenas no próximo ano, mas também nos demais.

Sonhos de viagem

Depois de tanto tempo em casa, as pessoas desejam ver o mundo lá fora mais do que nunca. Durante o recente lockdown, 65% dos viajantes confirmaram o desejo de viajar novamente. 42% deles querem viajar mais no futuro para compensar o tempo perdido em 2020 (o número sobe para 51% entre a Geração Z e 49% entre os Millennials). 38% dos viajantes pretendem planejar uma viagem para comemorar algo que não foi possível devido ao Coronavírus (COVID-19). Já 40% deles pretendem reagendar uma viagem que teve que ser cancelada.

Valor Vital

Os viajantes vão esmiuçar os gastos em 2021. 62% deles indicam que vão prestar muito mais atenção aos preços quando pesquisarem e planejarem uma viagem futura. Além disso, 55% deles têm mais chance de ir atrás de promoções e descontos. Prevemos que esse tipo de comportamento vai durar anos.

O foco na flexibilidade também continuará sendo muito importante. Para 46% dos viajantes, acomodações que oferecem reembolso serão essenciais em uma próxima viagem.

Mais que turistas, familiaristas

Viagens domésticas continuarão dominando o cenário, já que 47% das pessoas planejam viajar em seu próprio país a médio prazo (7-12 meses) e 38% a longo prazo (daqui a 1 ano ou mais) Quando se trata de viagens locais, 43% dos viajantes planejam conhecer um novo destino em seu país/região de origem, enquanto 46% deles vão aproveitar o tempo para apreciar as belezas naturais de seu próprio país. Metade deles pretende viajar para algum lugar que já tenha ido anteriormente - destino doméstico ou não - apenas por ser um lugar conhecido.

Busca por tranquilidade

A maioria dos viajantes (95%) passou bastante tempo durante o lockdown buscando inspiração para as férias. 38% deles analisavam possíveis destinos de viagem pelo menos uma vez por semana. O objetivo dessas pessoas era se distrair e, de alguma forma, se sentirem melhor. À medida que as restrições continuam a oscilar, os destinos e acomodações criam formas cada vez mais inovadoras de lucrar com o desejo dos viajantes de escapar da realidade e conectá-los com experiências futuras - de uma presença maior das acomodações nas redes sociais a agências locais de turismo que criam Imagens Geradas por Computador (CGI) para mostrar o que esses lugares têm a oferecer.

Image
Riding a bike

 

Segurança e limpeza em primeiro lugar

No futuro, 79% dos viajantes globais vão tomar mais precauções e 70% deles esperam que as atrações turísticas se adaptem para permitir o distanciamento social. Em paralelo, 70% dos viajantes só pretendem reservar uma acomodação específica se as políticas de saúde e higiene implementadas forem claras. 75% deles preferem acomodações que trabalhem com produtos sanitizantes e antibacterianos.

Mais conscientes do que nunca

A preocupação com o meio ambiente vai aumentar nos próximos anos, pois 53% dos viajantes globais têm a intenção de viajar de maneira mais sustentável no futuro. Como resultado, 69% deles esperam que o setor de viagens ofereça opções mais sustentáveis de viagem. Por consequência, 48% dos viajantes visitarão destinos alternativos para evitar a superlotação.

Adeus ao horário fixo

Com a pandemia, o trabalho remoto chegou para ficar. O resultado é que as pessoas agora vão buscar fazer viagens mais longas para tentar combinar, cada vez mais, momentos de lazer com os de trabalho. 37% dos viajantes já consideraram reservar um lugar para ficar só para trabalhar de um destino diferente. 52% deles afirmam que aproveitariam a oportunidade de estender viagens de negócios para desfrutar de momentos de lazer no destino.

Simples prazeres

O desejo de desfrutar dos nossos recursos naturais surgiu depois de passarmos tanto tempo em casa com nossos entes queridos. As recomendações mais simples, como caminhada (94%), ar puro (50%), natureza (44%) e relaxamento (33%), aumentaram na Booking.com desde o início da pandemia. A pesquisa mostra que 69% dos viajantes pretendem apreciar as experiências mais simples, como passar tempo ao ar livre ou com a família durante as férias. Para aproveitar o ar livre ao máximo, 56% deles vão buscar experiências no campo e em destinos menos conhecidos.

Inovação Tec

A inovação tecnológica terá um papel crucial no restabelecimento da confiança dos viajantes, e nós veremos o aumento do uso da tecnologia para se adaptar a um novo tipo de viajante. 64% das pessoas concordam que a tecnologia será importante para controlar riscos à saúde durante uma viagem e 63% delas afirmam que as acomodações precisarão usar as tecnologias mais recentes para que os viajantes se sintam seguros. 53% das pessoas vão querer opções tecnológicas para fazer reservas de última hora em restaurantes, enquanto 21% delas vão preferir mais máquinas de autoatendimento em vez das bilheterias.

 

Image
rebuilding together 1
Nos Restabelecendo Juntos

Descubra mais tendências e recomendações que vão ajudar você a atrair demanda. 

Seu Guia de Recuperação

Qual sua opinião sobre essa página?

Aprendizado
  • Pesquisa encomendada pela Booking.com e realizada com um grupo de adultos que fez uma viagem nos últimos 12 meses/planeja fazer uma viagem nos próximos 12 meses
  • No total, 20.934 pessoas de 28 países foram entrevistadas 
  • Os participantes responderam uma pesquisa on-line em julho de 2020