O Traveller Review Awards 2023 chegou.

Está na hora de celebrar os vencedores! Use o ID da sua propriedade para saber se você ganhou e baixe seu kit de premiação.

Saiba mais

Nature traveller

Compreenda o viajante que busca contato com a natureza

 | Salvar
O ecoturismo descreve uma ampla gama de experiências fora das cidades. O que motiva os viajantes a se afastarem de tudo? Analisamos novas pesquisas para descobrir

As tendências e o interesse pelas viagens se voltaram para a natureza desde o início de 2020. Isso não é nenhuma surpresa, considerando o impacto que o Coronavírus (COVID-19) teve e continua a ter em relação às viagens. Nossos dados mostram que o uso de recomendações* como: caminhadas (94%), ar puro (50%), natureza (44%) e relaxamento (33%) aumentaram na nossa plataforma desde o início da pandemia. Além disso, em meados de 2020, o tipo de viagem mais comum entre as pessoas entrevistadas por nós era exatamente ‘viagens em meio à natureza’.

Para descobrir o que realmente importa para quem ama a natureza e como você pode atrair essa categoria de viajantes, entrevistamos 8 pessoas e fizemos uma pesquisa com mais 1398 clientes dos EUA, Reino Unido, Brasil, França, Rússia, Espanha e Alemanha. Confira abaixo os detalhes mais interessantes.

Nem todo mundo relaxa do mesmo jeito

Os destinos de natureza geralmente são associados com isolamento, tranquilidade, diminuição do estresse, belas paisagens naturais e atividades físicas, como caminhadas. São lugares onde os viajantes podem se desconectar e fugir da rotina, reduzir o estresse e melhorar a saúde mental. No entanto, existem variações dentro dessa categoria de viagens.

Dentro desses dados qualitativos, três tipos de viajantes se destacaram. De um lado do espectro estão os viajantes aventureiros que optam por destinos mais remotos que podem explorar. Esse tipo de viajante também tem mais chance de fazer viagens longas e se hospedar em diversas acomodações. Também temos o tipo que gosta de caminhar, um viajante de fim de semana cuja prioridade é se manter ativo. Esse tipo de viajante geralmente se hospeda em uma ou mais acomodações por viagem. Do outro lado do espectro estão os viajantes que querem se desconectar, que usam a natureza para fugir da rotina. Para essas pessoas, tanto faz viajar para perto ou longe de casa. Elas também não têm nenhum tipo de preferência quanto ao tipo de atividade, trilha ou ponto turístico que está perto da propriedade. Esse tipo de viajante pode caminhar ou pedalar um pouco. Provavelmente, eles vão se hospedar em apenas uma acomodação por uma semana ou por um fim de semana.

Escolhendo o lugar ideal

Para quem curte ecoturismo, o item mais importante na hora de escolher um lugar para ficar é a proximidade de regiões ou pontos de interesse específicos, seguido pelo preço e pelas avaliações da acomodação. Essa ordem é diferente para quem não busca destinos de natureza, pois, nesse caso, o preço é mais importante do que a localização. Além disso, quem curte ecoturismo tem uma preferência maior por apartamentos, casas de temporada, B&Bs e pousadas.

56% dos viajantes entrevistados consideram que o estacionamento no local é um serviço essencial. Já 49% das pessoas afirmaram que ter transporte público na região não é tão importante, o que sugere que o transporte privativo é muito comum para quem viaja em meio à natureza. Como o estacionamento é uma instalação importante, é uma boa ideia indicar, na página da sua propriedade, se você oferece estacionamento grátis ou pago. Isso pode ajudar você a ter mais visibilidade para os viajantes que filtram as pesquisas com base nesse requisito.

Snow hiking

 

Embora uma cama confortável e a possibilidade de fazer refeições – especialmente café da manhã – foram mencionados pelos entrevistados como dois dos serviços/instalações mais úteis, isso não se restringe aos viajantes que curtem a natureza. 43% deles consideram essencial ter um restaurante na região. 

Apesar de a natureza ser a principal motivação, ter uma cidade para conhecer na região é uma característica importante do destino – 39% dos entrevistados mencionaram que isso é essencial, em seguida de um oceano (34%) ou uma praia (31%) nos arredores. A disponibilidade de diversas instalações e serviços na acomodação, por outro lado, não foi considerada muito importante. Mais de metade dos entrevistados não considerou importante se a acomodação tinha banheira de hidromassagem (54%) ou lareira (67%).

Curadoria de conteúdo para quem curte natureza

Mecanismos de pesquisa, guias, artigos on-line e avaliações de amigos e familiares têm um papel muito maior na escolha de destinos de natureza, em comparação com outros destinos. Fotos são especialmente úteis para atrair viajantes que buscam “paisagens bonitas” e que tendem a se concentrar no “cenário das fotos”. Um dos pontos de dificuldade, de acordo com as pessoas entrevistadas, é a representação errada. Encontrar informações corretas sobre um destino de natureza nem sempre é fácil. Além disso, pode ser frustrante descobrir uma incoerência entre a expectativa e a realidade. As fotos, bem como as descrições detalhadas dos arredores, podem ajudar você a se destacar e atrair ecoturistas. 

*Com base nas recomendações deixadas na Booking.com como parte das avaliações pós-estadia. O insight tem como base as recomendações que mais tiveram aumento mês a mês entre 1º de abril de 2020 e 11 de setembro de 2020, em comparação à média de recomendações mês a mês entre janeiro de 2019 e fevereiro de 2020.

 

Qual sua opinião sobre essa página?

Aprendizado
  • O ecoturismo vem crescendo desde o início de 2020 e é o tipo de viagem influenciado de maneira mais positiva pela pandemia
  • Em meio aos nossos dados, três tipos de viajante se destacam – os aventureiros, os que gostam de caminhar e os que preferem se desconectar – que buscam relaxamento e estar em contato com a natureza de maneiras únicas
  • Quem curte a natureza tem uma preferência maior por apartamentos, casas de temporada, B&Bs e pousadas. Além disso, consideram o estacionamento no local um serviço essencial