Reembolsar cartões de crédito virtuais (CCV)

Atualizado Há 4 meses | Leitura: 5 minutos
Guardar

Oferecemos um processo guiado de 60 a 90 dias para reembolsos de cartões de crédito virtuais (CCV). O processo foi projetado para dar clareza e transparência sobre o seu fluxo de caixa e fornecer-lhe tempo suficiente para administrar reembolsos e evitar estornos.


O que encontrará neste artigo


Quando precisa reembolsar um (CCV)?

Terá de reembolsar um CCV caso já o tenha cobrado e se aplique uma das seguintes situações:

  1. Concordou em não cobrar as taxas aplicáveis perante um cancelamento, alteração de reserva ou não comparência.
  2. Foi cancelada uma reserva devido a uma situação ao abrigo das Circunstâncias de Força Maior. Nesses casos, os hóspedes não devem incorrer em custos ou taxas por estadias que não possam fazer, e nós renunciaremos a todas as comissões sobre as reservas associadas.

Em ambos os casos, reembolsaremos o hóspede e precisará reembolsar o mesmo CCV associado à reserva.


Como reembolsar um CCV?

Pode reembolsar um CCV da mesma forma que faria com qualquer outro cartão de crédito. Existem duas maneiras de fazer isso na extranet.

Através do separador Finanças:

  1. Inicie sessão na extranet
  2. Clique em Finanças e depois em Gerir cartões virtuais
  3. Clique em Cartões de crédito virtuais a reembolsar para ver todos os CCV que precisa reembolsar, juntamente com o motivo, o prazo e o valor do reembolso
  4. Escolha Ver dados do cartão e processe o reembolso através do seu terminal de pagamentos (POS) ou máquina de cartões de crédito

Através do separador Reservas:

  1. Inicie sessão na extranet
  2. Clique em Reservas e selecione o número de uma reserva para aceder aos detalhes da reserva
  3. Escolha Ver dados do cartão e insira os dados do CCV para processar o reembolso através do seu POS ou máquina de cartões de crédito.

Os CCV podem ser reembolsados mesmo depois de expirarem – tudo o que tem de fazer é inserir o mês atual como data de validade. Devolveremos o valor ao seu hóspede.


O que fazer se tiver problemas ao reembolsar um CCV?

Se estiver a ter problemas para reembolsar um CCV, talvez seja necessário entrar em contacto com o seu provedor de serviços de pagamentos (PSP) para descobrir o que está a acontecer e resolver o problema. O processo de reembolso também pode diferir de acordo com o seu sistema POS ou máquina de cartões de crédito. Recomendamos que entre em contacto com o seu banco ou instituição financeira para obter assistência.

Aqui estão algumas situações comuns que podem causar problemas:

  1. O seu terminal de pagamentos ou máquina de cartões de crédito está bloqueado. Os principais motivos dos bloqueios são:
  • Já cobrou o CCV no passado. Cada CCV só pode ser usado uma vez, depois de usados as informações da transação deixam de estar disponíveis no seu terminal de pagamentos (POS).
  • O valor que está a tentar reembolsar é maior do que o saldo disponível no CCV.
  • O seu provedor não permite que reembolse CCV.
  1. Vê um erro desconhecido no terminal de pagamentos/máquina de cartões de crédito.
  • Se isso acontecer e o seu PSP não puder fornecer informações úteis, tente novamente mais tarde ou no dia seguinte.
  1. Não tem fundos suficientes naquele momento.
  • Tem um período de carência de 60 a 90 dias para reembolsar os CCV. Certifique-se de ter fundos suficientes na sua conta antes da data de vencimento para evitar um estorno.

Se não reembolsar um CCV a tempo, faremos um estorno para recuperar os fundos perdidos.


Como contestar o reembolso de um CCV?

Tem de reembolsar um CCV nos casos em que uma reserva foi cancelada ou modificada, e nós reembolsamos o hóspede. Portanto, o valor que pagamos através de um CCV deve ser devolvido para evitar um estorno. Se não concordar com um reembolso, sempre pode entrar em contacto com a equipa de apoio local para obter ajuda.


O que fazer se reembolsou um hóspede diretamente?

A razão pela qual lhe está a ser solicitado que reembolse um CCV é o facto de já termos reembolsado o hóspede. Se já reembolsou diretamente um hóspede, peça-lhe o dinheiro de volta, ou receberá o reembolso a dobrar. Ainda deve reembolsar o CCV para evitar um estorno.


O que acontece se não reembolsar um CCV?

Enviar-lhe-emos lembretes para reembolsar um CCV durante dois a três meses após termos reembolsado um hóspede. Não fazer isso a tempo ou na íntegra resultará num estorno para recuperarmos os fundos que nos são devidos.

Também pode perder a sua elegibilidade para cobrar CCV para reservas futuras antes da data de check-in.


O que é um estorno?

Um estorno ocorre quando uma cobrança de cartão de crédito ou débito é revertida por um banco autorizado. Este processo é implementado para resolver disputas entre comerciantes e consumidores. 

Quando um banco aprova uma solicitação de estorno, este reembolsa o valor original ao titular do cartão – neste caso, nós. Iniciaremos um estorno se tivermos reembolsado um hóspede, e não tiver reembolsado o CCV associado à reserva a tempo. Enviaremos dois lembretes por e-mail antes de iniciar um processo de estorno.


Qual é a cronologia dos estornos?

Depois de reembolsarmos um hóspede, receberá um e-mail com instruções para reembolsar o CCV associado à reserva. Existe um período de 60 a 90 dias para gerir o reembolso, durante o qual enviaremos dois lembretes por e-mail.

Aqui está um resumo do que receberá:

  • Dia do reembolso do hóspede: receberá um e-mail a confirmar que o hóspede foi reembolsado, juntamente com detalhes do reembolso do CCV associado.
  • Primeiro lembrete: no terceiro dia do mês seguinte, enviaremos um lembrete por e-mail com todos os detalhes necessários para processar esses reembolsos. 
  • Segundo lembrete: no 15.º dia do mês seguinte ao envio do primeiro lembrete, enviaremos uma visão geral dos reembolsos pendentes com um pedido para os processar e evitar estornos. 
  • Início do processo de estorno: no 30.º dia do mesmo mês, entregaremos os detalhes dos reembolsos pendentes à nossa operadora de cartões de crédito e ao PSP para iniciar o processo de estorno.

Taxas adicionais associadas a estornos

Os provedores de serviços de pagamentos cobram geralmente uma taxa pelo processamento de um estorno. O valor varia de acordo com a configuração dos seus pagamentos. Para evitar incorrer nessa cobrança adicional, recomendamos que reembolse os CCV dentro da data de vencimento especificada.


Mais informações sobre CCV e pagamentos

Tudo o que precisa saber sobre os cartões de crédito virtuais 

Redução de custos e datas de ativação antecipadas para cartões de créditos virtuais

Como funcionam os pagamentos online 

Leia as nossas Questões Frequentes sobre pagamentos

Considera este artigo útil?