Incentivos para estimular os clientes a voltarem a reservar a mesma propriedade após os cancelamentos devido ao COVID-19

Atualizado Há 5 months | Leitura: 3 minutos
Save

Importante: Para clientes em áreas que atenuaram as restrições de viagem, Booking.com está a oferecer incentivos para que voltem a remarcar reservas não reembolsáveis ou parcialmente reembolsáveis que foram canceladas devido às Circunstâncias de Força Maior. Booking.com não cobrará a comissão das reservas em questão.

Desde o início de 2020, assistimos a aumentos sem precedentes nas taxas de cancelamento devido ao Coronavírus. No entanto, com os sinais de recuperação na indústria das viagens, chegou o momento de retomarmos os nossos negócios. E recuperarmos juntos significa direcionar a procura crescente por viagens para a sua propriedade, bem como dar o apoio que precisa para voltar a atrair a procura que perdeu. Para isso, criámos um programa de incentivo para que os clientes reservem novamente.

No que consiste este programa?

Embora os planos de viagem possam ter de ser alterados, queremos incentivar os clientes a adiar e não a cancelar. É por isso que – após os cancelamentos relacionados com o Coronavírus e sempre que possível – Booking.com irá financiar incentivos para incentivar os clientes a reservarem novamente as mesmas propriedades.

Os clientes que cancelaram reservas não reembolsáveis ou parcialmente reembolsáveis durante as Circunstâncias de Força Maior irão receber um e-mail com um convite para voltarem a reservar a mesma propriedade quando as restrições de viagem forem atenuadas. Oferecemos um incentivo em forma de reembolso de 15% do novo preço pago ao reservar.

Este reembolso de 15% é válido independentemente de outros descontos que os clientes possam receber, como os descontos Genius ou outros tipos de promoções iniciadas pelos parceiros, e está limitado a um máximo de EUR 100 por reserva. O incentivo será depositado nas Carteiras dos clientes de Booking.com, após a conclusão da estadia.

Booking.com não cobrará a comissão de todas as reservas efetuadas sob as condições desta promoção.

Como é que os clientes receberão o desconto?

Os clientes elegíveis que estão em áreas onde as restrições de viagem foram atenuadas, irão receber um código promocional de uso único por e-mail, que irá permitir que beneficiem deste incentivo. Os clientes não poderão já ter reservado a propriedade antes de receber o código, e deverão ter a subscrição para receber as campanhas de marketing Booking.com para que possam recebê-lo.

Critérios de elegibilidade

Para garantir que os clientes encontrarão datas disponíveis para voltarem a reservar as suas estadias, as propriedades deverão ter quartos disponíveis para reserva por, pelo menos, 30 dias entre 22 de julho de 2020 e 31 de dezembro de 2020.

* aplicável, por exemplo, a parceiros que têm apenas um quarto/apartamento – também conhecido por uma “unidade”.

A reserva inicial deve ter sido: - não reembolsável ou parcialmente reembolsável - cancelada sob as Circunstâncias de Força Maior - efetuada antes de 6 de abril de 2020

O incentivo é válido para novas reservas elegíveis, feitas até 31 de dezembro de 2020, com data de check-out antes ou a 30 de abril de 2021.

De que forma será feita a isenção da comissão?

As poupanças provenientes das reservas isentas de comissão serão enviadas depois da fatura mensal (se aplicável) e ficarão visíveis quando as notas de crédito forem emitidas. Pode encontrá-las na extranet, na subsecção “Faturas” do separador “Finanças”.

Essas notas de crédito são geradas automaticamente — os parceiros não precisam fazer nada para as receber. Por exemplo, para qualquer reserva recebida hoje (independentemente do dia do mês), as faturas serão geradas entre o dia 3 e o dia 10 do mês seguinte.

O que acha desta página?