Perspetivas da Indústria

Entenda os novos comportamentos dos viajantes neste verão

 | Guardar
O verão chegou ao hemisfério norte – e parece promissor. Ripsy Bandourian, Vice-presidente de Acomodações Globais em Booking.com, partilha dados importantes sobre as tendências de viagens de verão para ajudar a maximizar o sucesso da sua propriedade nesta época

Refletindo sobre o último ano e meio, é óbvio que o impacto da pandemia é incrivelmente profundo. Embora ainda não tenha acabado e o caminho para a recuperação esteja pavimentado de incertezas, o lançamento bem-sucedido de vacinas em algumas partes do mundo significa que, finalmente, estamos a assistir a uma outrora tímida procura transformar-se atualmente em reservas.

Observando a percepção atual dos nossos clientes e como viajar é importante para eles, estou muito otimista quanto ao futuro do nosso setor. Dos nossos estudos recentes, houve uma estatística que realmente chamou a minha atenção: 71% dos viajantes globais preferem viajar este ano a encontrar o amor verdadeiro. Impressionante! Isso sobe para 84% para os turistas espanhóis e 77% para os viajantes de Hong Kong e França.

Ao juntar tudo isso aos dados dos nossos estudos, confirma-se que há esperança para o verão que se aproxima. Indicando uma forte intenção de viajar, mais de um terço das pesquisas na nossa plataforma são para os próximos meses de verão – de acordo com a proporção de pesquisas vista neste mesmo momento em 2019. 

Uma época de verão como nenhuma outra

Embora estejamos a observar um aumento na procura, não podemos ignorar que esta época de verão será diferente dos anos anteriores, com diferenças nas antecedências das reserva, tipos de viagem e comportamentos dos viajantes. Tomemos os destinos como exemplo. Embora dependa das restrições globais e dos lançamentos de vacinas, a minha expectativa é que as viagens domésticas continuem a prevalecer, talvez com algumas viagens inter-regionais, mas menos longas do que num verão típico. O nossos dados confirmam isso mesmo, com pesquisas anteriores a revelarem que 72% dos viajantes globais estão ansiosos para explorar o seu país de origem este ano.

Também estamos a perceber uma mudança no tempo da duração da estadia. No passado, a época alta estava associada a uma rápida rotatividade dos hóspedes. Desde o início da pandemia, no entanto, estamos a ver um interesse crescente nas estadias longas . Isso estende-se ao verão, com os nossos dados a revelarem uma proporção maior de reservas de verão para estadias de sete dias ou mais em comparação com 2019. Isto cria uma oportunidade real para os parceiros garantirem a ocupação por um período mais longo, ao mesmo tempo em que arcam com os custos operacionais associados à rotatividade constante de quartos ou unidades.

Apelar aos novos comportamentos dos viajantes

A chave para aproveitar ao máximo este verão é entender os novos comportamentos e preferências dos viajantes. A partir daí, a adoção de soluções que atendam diretamente a essas tendências pode ajudar a atender à renovada procura, ao mesmo tempo que diferencia a sua propriedade da concorrência. Por exemplo, sabemos que a flexibilidade agora é uma necessidade. Tanto é verdade que mais de 90% das reservas de verão deste ano foram feitas com tarifas flexíveis. Se não está a oferecer flexibilidade aos clientes, está a perder quase todas as reservas de verão na nossa plataforma. 

Dada a atual volatilidade das viagens, não é surpreendente que a flexibilidade continue a reinar de forma suprema no processo de tomada de decisão do cliente. Claro que, ainda deseja garantir receita e, ao mesmo tempo, atender a esse desejo de flexibilidade. Ao oferecer uma mudança de data para os clientes que reservarem uma tarifa não reembolsável pode ajudar a encontrar esse equilíbrio.

Essa tendência do consumidor para a flexibilidade é notável, pois vemos uma antecedência de reserva mais longa em regiões como a Europa Ocidental, em comparação com 2019. Posto isto, as antecedências de reserva continuam a variar em todo o mundo e, simultaneamente, observamos uma grande parcela de antecedências de reservas curtas noutras regiões. Ao consideramos esta variação no mercado, ganha grande importância diversificar a sua disponibilidade para que esteja visível para os clientes que reservam antecipadamente e os que reservam de última hora.

Da mesma forma, garantir que possa alcançar esses viajantes é vital. Mais de dois terços das reservas agora acontecem no telemóvel. Essa tendência cada vez mais forte acentuou-se durante a pandemia, com mais atividades do cliente a ocorrem em dispositivos móveis, agora mais do que nunca. Paralelamente, vemos os parceiros que adotam as tarifas para dispositivo móveis captam mais 28% dessas reservas.

Coletivamente, essas mudanças no comportamento das reservas representam uma mudança significativa no mercado e chamam a atenção para a importância de adaptar a sua estratégia para atender às necessidades do viajante pós-pandemia. À medida avançamos para os meses de verão, prevejo que essas tendências continuarão a ganhar impulso – certifique-se de capitalizá-las. 

Continuamos a reconstruir o nosso negócio juntos

Apoiar os nossos parceiros a garantir o máximo de procura possível está no centro de tudo o que fazemos em Booking.com. Para ajudar a facilitar um verão abundante, trabalhamos muito para fornecer informações importantes aos viajantes no nosso guia de verão 2021, partilhando dados relevantes através dos nossos painéis de procura e criando caminhos para que exiba de forma transparente informações importantes para os clientes durante esse período, como as suas medidas de saúde e segurança . Sabemos que este é um período crucial e temos o compromisso de ajudar a que possa aproveitá-lo ao máximo. 

Se esta pandemia me ensinou alguma coisa, foi como somos fortes e resistentes como indústria. Embora devastadora, essa experiência aproximou-nos, destacando a interconexão das viagens e a nossa capacidade de superar crises coletivamente. Enquanto continuamos na nossa jornada de reconstrução juntos, está hora de transformar a nossa esperança em ação.

Mãos à obra!

 

Image
jumping 1
Descubra mais tendências de verão

Resumimos as tendências de viagem do verão em informações-chave sobre os viajantes. Saiba mais no nosso guia do verão 2021.

Vamos

O que acha desta página?

Topics
Ponto-chave
  • Mais de um terço das pesquisas na nossa plataforma são para junho, julho, agosto e setembro, sinalizando uma forte intenção de viajar neste verão
  • Os nossos dados revelaram uma maior proporção de reservas de verão para estadias de sete dias ou mais em comparação com 2019
  • Tanto é verdade que mais de 90% das reservas de verão deste ano foram feitas com tarifas flexíveis
  • Mais de dois terços das reservas agora acontecem no telemóvel, com mais atividades do cliente a ocorrem em dispositivos móveis do que nunca