Tendências e Informações

O impacto da pandemia nos hábitos de viagem dos chineses

 | Guardar artigo
De que forma é que a pandemia teve impacto no comportamento dos viajantes chineses? Analisámos os resultados de um questionário recente de Booking.com

Num ano normal, milhões de pessoas viajam até casa para celebrar o Ano Novo Chinês – também conhecido como Festival da Primavera. No entanto, com parte da China a recorrer a novas restrições de viagem e medidas de prevenção contra a COVID-19, as festividades deste ano (que começam a 4 de fevereiro e terminam a 26 de fevereiro, com o verdadeiro Ano Novo chinês a 12 de fevereiro) parecerão drasticamente diferentes. 

Aqui, trazemos os dados de pesquisas recentes de Booking.com para revelar o impacto da COVID-19 nos comportamentos e prioridades dos viajantes chineses. 

O impacto da pandemia nas viagens

Nem é preciso dizer que a pandemia teve um impacto profundo no comportamento dos viajantes. Para os viajantes chineses, o Coronavírus levou 73% dos inquiridos a adiar a sua reserva de férias. Além disso, 64% dos inquiridos tiveram de cancelar ou remarcar férias já reservadas. 

Planos de viagens para futuro

Quando questionados sobre os planos de viagens para o futuro, 17% dos viajantes chineses disseram que já reservaram a próxima viagem, enquanto 44% têm planos de viagens, mas ainda não efetuaram as suas reservas. Da porção dos inquiridos sem planos de viagens, 28% estão a pensar na sua próxima viagem, e apenas 12% dos inquiridos indicaram que não planeiam viajar nos próximos 12 meses. 

Preferências de destinos

Como a maior parte do mundo, as viagens domésticas estão a dar início à recuperação na China. Em comparação com o ano anterior, 53% dos inquiridos são mais propensos a viajar dentro do seu país e 46% estão mais inclinados a viajar no seu próprio carro. Além disso, 33% dos inquiridos indicaram que já reservaram uma acomodação doméstica para trabalhar. 

Preferências de alojamentos

Talvez devido às suas vantagens com o tudo incluído, os resorts ganharam popularidade entre os viajantes chineses, com cerca de 40% dos inquiridos propensos a ficar num (em comparação com o ano anterior). No que diz respeito aos outros tipos de propriedade, 34% dos inquiridos tem maior probabilidade de se hospedar num grande hotel e 32% de ficar num aluguer para férias. Limpeza, segurança e tamanho da acomodação foram as características de acomodação mais desejadas entre os inquiridos. 

Antes do Ano Novo Chinês, os parceiros podem aumentar a sua visibilidade com a Oferta Início de 2021. Trata-se de uma oferta promocional que oferece descontos aos viajantes e ajuda os parceiros a atrair a procura. O desconto mínimo é 20% e é válido para estadias entre 5 de janeiro e 31 de março de 2021. 

 

Imagem
Analytics on a laptop
Oferta Início de 2021

Para ativar a Oferta Início de 2021, aceda ao separador “Ofertas” na sua extranet. 

Ir para a extranet

O que acha desta página?

Traveller Review Awards

Descubra se é um dos vencedores deste ano e ganhe o pacote do seu prémio totalmente digital.

Descarregar agora

Tópicos
Ponto-chave
  • **Pesquisa solicitada por Booking.com e realizada independentemente com uma amostra de adultos que efetuaram uma viagem nos últimos 12 meses.
  • No total, aproximadamente 2 000 inquiridos na China, com idades entre 18 e 54 anos, responderam ao questionário
  • Os inquiridos completaram um questionário em setembro de 2020